Um caminho ao encontro do ritmo da natureza


O Caminho de Torres proporciona a passagem por paisagens arrebatadoras, que surgem subitamente no percurso dos peregrinos.

Das planícies solitárias de Salamanca às míticas subidas da Falperra e da Labruja, passando pelos deslumbrantes socalcos do vale do Douro, o caminho desafia os peregrinos a caminhar ao ritmo da natureza. Prepare-se para enfrentar subidas penosas e realizar descidas acentuadas. Em ambas, o encanto da paisagem ficará na memória, tal como a sensação de se estar a trilhar um mundo à parte, marcado por antigos viajantes no coração setentrional de Portugal.

O ritmo da caminhada varia de peregrino para peregrino, mas adquire-se consciência de que é a natureza que impõe a cadência dos passos quando se avista uma autoestrada e se questiona a velocidade do mundo.
Resolução Alternativa de LitígiosPolítica de privacidadePolítica de cookiesTermos e condições 2021 Em caso de litígio clique aqui aqui.